QUEM SOMOS NÓS

Minha foto
Somos uma organização marxista revolucionária. Procuramos intervir nas lutas de classes com um programa anticapitalista, com o objetivo de criar o Partido Revolucionário dos Trabalhadores, a seção brasileira de uma nova Internacional Revolucionária. Só com um partido revolucionário, composto em sua maioria por mulheres e negros, é possível lutar pelo governo direto dos trabalhadores, como forma de abrir caminho até o socialismo.

sábado, 24 de abril de 2010

Denúncia

No último dia 20, vigilantes em greve faziam protesto em frente à residência de Walter Moura Lima, um dos donos da empresa na qual trabalhavam, "Empresa Proteção Máxima", em Porto Velho (RN). Revoltado com a manifestação, o empresário saiu de casa com sua arma em punho, ameaçando os manifestantes. Dois vigilantes tentaram desarmá-lo, afinal são preparados pra isso. Nesse momento, os outros manifestantes saltaram em cima deles e a arma disparou acidentalmente. Todos se afastaram e o empresário ferido levantou com a mão no peito e foi novamente agredido com capacetes por alguns manifestantes.

Após o ocorrido, ao invés da Confederação dos Vigilantes prestar solidariedade ao sindicato, ao movimento de luta e aos vigilantes envolvidos diretamente, a mesma soltou uma nota que pode ser considerada, no mínimo. como uma total traição aos trabalhadores. Ela praticamente condena os vigilantes envolvidos, antes mesmo da Justiça burguesa fazê-lo!

Segue a nota criminosa da Confederação:


"Declaração da Confederação dos Vigilantes, filiada à CUT.

Nota oficial

Escrito por CNTV-PS - 19/04/2010

Confederação Nacional dos Vigilantes repudia morte de empresário em Rondônia

A direção da Confederação Nacional dos Vigilantes (CNTV-PS) vem a público para declarar seu pesar quanto aos recentes acontecimentos em Porto Velho. Solidarizamo-nos com a família do empresário Walter Moura Lima, que perdeu a vida em circunstâncias que ainda serão apuradas pela polícia.

Lamentamos o ocorrido e exigimos a correta apuração dos fatos e a punição dos responsáveis – sejam eles quem forem. Nós, vigilantes, temos como compromisso principal a defesa, proteção e manutenção da vida. Defendemos firmemente que a violência não é, nunca foi e jamais será a saída para resolver conflitos entre patrões e empregados, mesmo quando todas as outras formas de conciliação parecem impossíveis.

Acreditamos na Justiça. A mesma Justiça que soluciona nossos conflitos trabalhistas também será capaz de desvendar os fatos ocorridos de forma realista e punir os culpados. É o que esperamos e no que acreditamos.

Gostaríamos aqui, também, de demonstrar nosso respeito por nossos companheiros e pela direção do Sindicato dos Vigilantes de Rondônia e, que conduz com dignidade e responsabilidade a luta por melhores condições de trabalho no estado, sempre de forma pacífica, democrática e atentando para valores éticos e legais.

Nosso compromisso é com a vida. Nossas lutas sempre foram e serão limpas, dignas e éticas."

Brasília, 19 de abril de 2010.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Mais lidas nesse mês:

Mais lidas do blog:

SEGUIDORES