QUEM SOMOS NÓS

Minha foto
Somos uma organização marxista revolucionária. Procuramos intervir nas lutas de classes com um programa anticapitalista, com o objetivo de criar o Partido Revolucionário dos Trabalhadores, a seção brasileira de uma nova Internacional Revolucionária. Só com um partido revolucionário, composto em sua maioria por mulheres e negros, é possível lutar pelo governo direto dos trabalhadores, como forma de abrir caminho até o socialismo.

segunda-feira, 21 de julho de 2014

Saudação ao ato em solidariedade aos trabalhadores do Donbass


A Liga Comunista, o PCO, o ECLA e outras organizações fizeram um ato no dia 16 (terça passada) em solidariedade às Repúblicas Populares no leste da Ucrânia. Nós não pudemos estar presentes, mas enviamos a nossa saudação:


"Os países imperialistas da OTAN estão numa ofensiva para conseguir novos "'espaços vitais'"


Em nome do Coletivo Lênin, saúdo os companheiros que estão organizando este importante ato em solidariedade aos povos de Novorussia, na bacia do Rio Don.

Desde a derrubada do Kadafi na Líbia, em seguida a fabricação de uma guerra civil na Síria, passando ofensiva fascista na Ucrania, a armadilha jurídica pra quebrar a Argentina, e agora novamente o genocídio na Palestina, os países imperialistas da OTAN estão numa ofensiva para conseguir novos "espaços vitais" e avançam como tigres acuados quando se veem ameaçados de perder a hegemonia do mercado do capital mundial, com crescimento dos países do BRICS impulsionados pela China.

Neste momento nosso papel como marxistas revolucionários, sejam conselhistas, leninistas e trotskistas, é denunciar essa nova onda de ataques do imperialismo hegemônico da OTAN, e mostrar para a classe trabalhadora que frente uma possibilidade de uma nova guerra de proporções mundiais, somente com fim das burguesias, das propriedades privadas e dos bancos, substituídos por um governo mundial dos trabalhadores numa economia global planificada, poderemos evitar a destruição da humanidade pela barbárie capitalista imperialista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Mais lidas nesse mês:

Mais lidas do blog:

SEGUIDORES