QUEM SOMOS NÓS

Minha foto
Somos uma organização marxista revolucionária. Procuramos intervir nas lutas de classes com um programa anticapitalista, com o objetivo de criar o Partido Revolucionário dos Trabalhadores, a seção brasileira de uma nova Internacional Revolucionária. Só com um partido revolucionário, composto em sua maioria por mulheres e negros, é possível lutar pelo governo direto dos trabalhadores, como forma de abrir caminho até o socialismo.

quarta-feira, 12 de maio de 2010

A CUT e campanha pelo fim do Fator Previdenciário

Paulinho, da Força Sindical, está exigindo do governo Lula a aprovação da MP 475/09 que reajusta o salário do aposentado em 7,72% e derruba o famigerado Fator Previdenciário: "... ao invés de conceder incentivos às empresas", deveria "dar aumentos aos aposentados, que trazem mais benefícios à população e à economia" (Agencia Senado).
Enquanto isso, Artur, presidente da CUT afirma que: “que a CUT deve aprovar uma resolução que defenda o reajuste de 7,7% e o fim do fator previdenciário, que é pauta histórica da nossa Central, recomendar pressão sobre o Congresso e enviar uma carta oficial ao presidente Lula pedindo para que não vete a medida”.
Desde quando a CUT anda a reboque da Força Sindical?! Isso é uma absurdo! A Direção Nacional da CUT já deveria ter se posicionado a favor dos trabalhadores aposentados. E mais, ficou muito feio esse negócio de carta oficial ao presidente Lula. A CUT, independente de governos e patrões, já deveria ter organizado uma comissão de sindicalistas de todo o Brasil para se reunir com o governo Lula e ao mesmo tempo chamar uma mobilização dos trabalhadores de todo o país, para exigir que Lula sancione a MP 475/09.

Pelo fim do Fator Previdenciário!Pela aprovação da MP 475/09. Que seja sancionada pelo governo Lula!

Em defesa do principio cutista de independência frente aos governos e patrões!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Mais lidas nesse mês:

Mais lidas do blog:

SEGUIDORES