QUEM SOMOS NÓS

Minha foto
Somos uma organização marxista revolucionária. Procuramos intervir nas lutas de classes com um programa anticapitalista, com o objetivo de criar o Partido Revolucionário dos Trabalhadores, a seção brasileira de uma nova Internacional Revolucionária. Só com um partido revolucionário, composto em sua maioria por mulheres e negros, é possível lutar pelo governo direto dos trabalhadores, como forma de abrir caminho até o socialismo.

quinta-feira, 20 de maio de 2010

Dia de luta no Rio de Janeiro (parte 1)

Moradores pedem auxílio ao COI contra remoções para Rio-2016

Manifestantes tentam falar com representantes da entidade internacional

Por Lydia Gismondi Rio de Janeiro (Globo Notícias)


manifestantes protestam contra o coi
Moradores de comunidades do Rio protestam contra

remoções (Foto: Lydia Gismondi/Globoesporte.com)

Enquanto membros do Comitê Olímpico Internacional elogiavam o início dos preparativos para os Jogos Olímpicos de 2016, um grupo de manifestantes reivindicava a desistência de remoções comunitárias, nesta quinta-feira, no Rio de Janeiro. Representantes de comunidades localizadas na Zona Oeste da cidade, que seriam deslocadas por causa da competição, fizeram plantão na porta do hotel onde aconteceram as reuniões entre a entidade internacional, os três níveis do governo e Comitê Rio 2016 nos últimos três dias. O grupo, no entanto, disse não ter tido sucesso na tentativa.

- Nós trouxemos uma notificação, que foi elaborada pela defensoria pública com base em argumentos das associações de moradores para entregar ao COI. Mas, infelizmente, nós não conseguimos ser atendidos. A nossa intenção era mostrar para eles que nós podemos ter os Jogos Olímpicos sem remoção – disse Altair Guimarães, presidente da Associação de Moradores da Vila Autódromo.

Além do documento, os manifestantes exibiam faixas com mensagens contra a remoção. Segundo Altair, o prefeito Eduardo Paes já fez duas reuniões com eles para mostrar o projeto das Olimpíadas de 2016 e explicar o motivo da remoção. Os moradores, porém, não aceitaram as justificativas.

- Cada hora eles dão uma alegação. No projeto das Olimpíadas, a gente só vê coqueiros no local da comunidade. Agora, eles dizem que a remoção é por questão de segurança. A verdade é que eles querem nos tirar dali porque realmente acham que a gente enfeia a cidade – disse Altair.




Combater as remoções de Eduardo Paes e sua Prefeitura à serviço da especulação imobiliária!

Lutar por um plano de construção de moradias para a população pobre do Rio custedo pelo lucro das imobiliárias, dos bancos e das demais empresas!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Mais lidas nesse mês:

Mais lidas do blog:

SEGUIDORES