QUEM SOMOS NÓS

Minha foto
Somos uma organização marxista revolucionária. Procuramos intervir nas lutas de classes com um programa anticapitalista, com o objetivo de criar o Partido Revolucionário dos Trabalhadores, a seção brasileira de uma nova Internacional Revolucionária. Só com um partido revolucionário, composto em sua maioria por mulheres e negros, é possível lutar pelo governo direto dos trabalhadores, como forma de abrir caminho até o socialismo.

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Novos atos contra o aumento das passagens!

Aconteceram mais dois atos do movimento contra o aumento das passagens no Rio de Janeiro, um na sexta-feira 13/01 e outro a quarta 18/01. Os dois foram passeatas que se concentraram na Candelária e foram até a Central. Lá, a grande maioria dos manifestantes fez o "catracaço", quer dizer, abriu as portas de trás dos ônibus para os trabalhadores entrarem de graça, pulou a roleta e distribuiu panfletos falando sobre a necessidade da luta pela tarifa zero.

Aqui vai o link para o vídeo do ato do dia 13/01:

http://www.youtube.com/watch?v=hIGr-t6F1RE

Não houve grande repressão policial, somente os P2 tradicionais de sempre. 


Polêmicas

Politicamente, o movimento tem sido bem positivo. Não existe aquela babaquice antipartido de pedir pras organizações baixarem as bandeiras. Foi feita uma faixa defendendo a tarifa zero. A juventude do PSTU infelizmente tem feito vergonha nos atos, sempre saindo fora na hora do catracaço. A causa disso não é só covardia, é a própria política do PSTU, legalista e cheia de ilusões na polícia.

Não conseguimos fazer uma faixa defendendo a estatização do sistema de transportes sob o controle dos trabalhadores porque o MEPR foi contra a palavra de ordem. Na comissão que fez a faixa, explicamos aos ativistas que o MEPR fez isso porque defende uma revolução democraticoburguesa no Brasil, em aliança com setores da burguesia, por isso não pode levantar uma palavra de ordem que coloque os trabalhadores no centro da situação, pra não afastar os seus "aliados"!


Os próximos passos

O ato na sexta teve cerca de 200 pessoas, e o da quarta foi menor, com um pouco mais de 100. Isso preocupa, mas pode ser revertido com uma divulgação melhor. O grande desafio agora é manter as manifestações semanais (toda quarta) até fevereiro, quando começam as aulas. Aí, os atos, que têm sido de vanguarda, vão alcançar a massa dos estudantes, e milhares vão poder ir para as ruas!

Temos que aproveitar as manifestações agora também para fazer a campanha pela defesa dos estudantes perseguidos por participarem das manifestações. É o caso de Teresina, onde um jovem ficou cego de um olho por causa da bala de borracha da polícia:

http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/1036377-jovem-fica-cego-apos-confronto-com-a-policia-em-protesto-no-pi.shtml

e de Vitória, onde um estudante foi preso, acusado de tacar um coquetel molotov num ônibus. Nós discordamos da atitude dele, que só serviu para colocar os passageiros em perigo e - é lógico - contra o movimento, mas não vamos deixar ele ser preso pela polícia que mata todos os dias nas favelas:

http://gazetaonline.globo.com/_conteudo/2012/01/noticias/cbn_vitoria/reportagem/1093201-estudante-da-ufes-e-preso-suspeito-de-participacao-em-incendio-a-onibus-no-centro-de-vitoria.html

 
Na assembleia antes do ato, defendemos que se organize um dia de luta nacional pela redução das passagens, para dar maior visibilidade ao movimento, e coordená-lo entre o maior número de cidades possível.

4 comentários:

  1. Guarulhos presente!! dia 28 havera um grande encontro contra os aumentos das passagens na cidade http://www.facebook.com/#!/events/256772167725632/

    ResponderExcluir
  2. Mensagem do companheiro Jones, de Recife:

    Coletivo divulga aí para geral que amanhã vai ter no Grande Recife uma manifestação contra o aumento das passagens do ônibus e contra os atos do governo do estado. Que o último protesto uso o batalhão de Choque para nós reprime fortemente. E claro em solidariedade a os moradores do Pinheirinho.

    ResponderExcluir
  3. Foi criada uma comunidade no Facebook para divulgar todos os protestos no país e, futuramente, criar dias de luta unificados:

    http://www.facebook.com/groups/transportesnacional/

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

Mais lidas nesse mês:

Mais lidas do blog:

SEGUIDORES