QUEM SOMOS NÓS

Minha foto
Somos uma organização marxista revolucionária. Procuramos intervir nas lutas de classes com um programa anticapitalista, com o objetivo de criar o Partido Revolucionário dos Trabalhadores, a seção brasileira de uma nova Internacional Revolucionária. Só com um partido revolucionário, composto em sua maioria por mulheres e negros, é possível lutar pelo governo direto dos trabalhadores, como forma de abrir caminho até o socialismo.

sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Informe sobre a assembleia dos bancários de São Paulo, 12/09 (Bancários de Base)


Reproduzimos o informe dos companheiros do coletivo Bancários de Base, em que o Coletivo Lênin está se integrando.


*1º ATO*

****

O início da campanha mostrou-se da mesma forma que as anteriores. Com o longo e enfadonho informe da diretoria.

O delegado sindical do SAC, Marcio, tentou um encaminhamento da assembléia que fosse favorável uma organização democrática que apontasse para as próximas, a necessidade de diversidade de opiniões e outra forma de condução da assembléia para que os bancários possam reunir informações diferentes para formar convicções na tomada de decisões que vão ocorrer daqui pra frente.

A partir disso, a presidenta Juvândia mudou seu comportamento tornando-se impaciente e não deixou o companheiro falar ao microfone. Em outro momento, quando da entrega de um abaixo assinado entregue por duas delegadas sindicais da CABB, novamente a impaciência dizendo que o sindicato também era a favor disso e daquilo e dispensou as companheiras não as deixando pegar o microfone. Tenho certeza que elas teriam algo a falar aos bancários.

Foi encaminhada a votação de aprovação ou rejeição da proposta da FENABAN. A CONLUTAS apresentou proposta de paralisação de 24 horas a abriu-se uma defesa pra cada lado.

Como no final das contas só falaram os representantes das centrais sindicais (CUT, CONLUTAS e INTERSINDICAL).O grupo Bancário de Base, do qual me tornei integrante, optou pela tática de abstenção com declaração de voto como forma de falar ao microfone.

A declaração dos companheiros Marcio e Messias foram no sentido de esclarecer que o fundamental não é a partir de quando começará a greve, mas que tipo de greve que precisamos fazer, fortalecendo o movimento com profunda e ampla democracia, e não uma democracia de “faixada” como são as
falsas paralisações de muitas agências que parecem estar em greve apenas por terem faixas na porta. Ficar apenas ouvindo passivamente como se assembléia fosse um programa de televisão é uma democracia de fachada!

Ao final, na calçada, encontrei uma pessoa ligada a Federação dos Trabalhadores dos Correios. Disse a ele que estávamos batalhando para abrir o microfone para a base e perguntei se os bancários poderiam falar em
suas assembléias e do desejo que a base dos correios também falassem na nossa. Ele afirmou que em suas assembléias todos falam e os bancários poderiam aparecer, mas que não conseguiria que a diretoria do sindicato dos bancários os deixassem entrar ou que abrisse o microfone para os carteiros. Outro carteiro que tive a felicidade de conhecer por reconhecê-lo como grande lutador em sua categoria também se mostrou disposto a unificar nossa luta com interação e várias possibilidades de ações durante a greve. Tenho
certeza que haja muitos grevistas da base das outras categorias em luta que estariam dispostos a fortalecer o conjunto de greves que se iniciam agora.

Por isso, companheiros, chamamos todos a irem a assembléia do dia 17 e nos ajudar a construir um movimento diferente do script montado.

****

- *FIM DA DITADURA DO MICROFONE!!!* – que a base fale;

- *ASSEMBLÉIAS ÀS 14 HORAS* – não as mordomias para os fura-greves.

- *UNIFICAÇÃO DE FATO* – espaço para a base das outras categorias
em nossa assembléia

- *COMANDO DE NEGOCIAÇÃO ELEITO NA ASSEMBLÉIA *– que os bancários
tenham efetiva participação nas negociações

****

BANCÁRIOS DE BASE:

Marcio – delegado sindical do BB SAC
Daniel – ativista do BB PSO LESTE
Israel – ativista do BB CSO Complexo Verbo Divino
Messias – delegado sindical da CEF em Osasco

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Mais lidas nesse mês:

Mais lidas do blog:

SEGUIDORES