QUEM SOMOS NÓS

Minha foto
Somos uma organização marxista revolucionária. Procuramos intervir nas lutas de classes com um programa anticapitalista, com o objetivo de criar o Partido Revolucionário dos Trabalhadores, a seção brasileira de uma nova Internacional Revolucionária. Só com um partido revolucionário, composto em sua maioria por mulheres e negros, é possível lutar pelo governo direto dos trabalhadores, como forma de abrir caminho até o socialismo.

terça-feira, 23 de abril de 2013

BB: construir uma grande greve nacional no dia 30 contra o plano de funções! (MNOB)


Fonte: MNOB



BB: construir uma grande greve nacional no dia 30 contra o plano de funções!


O "sucesso" do novo Plano de Funções somente pode ser comparado ao "sucesso" do novo sistema de ponto eletrônico do BB! Apesar do fracasso completo de ambos, o BB, na pessoa de seu diretor Carlos Neri, parece não ter limites na repetição das mesmas mentiras em seu Boletim Pessoal, talvez com a esperança de que, repetida inúmeras vezes, a mentira se transforme em verdade!

Nós, contra as mentiras, repetiremos mais uma vez os fatos: o novo Plano de Funções é um verdadeiro fracasso. Isso só se explica porque ele serve somente para atender aos interesses da diretoria e dos acionistas do BB, em detrimento de seus milhares de funcionários. A adesão continua sendo extremamente baixa. Lembremos que, quando falamos em "adesões", os números são mascarados, pois incluem também os colegas que passaram a ocupar funções comissionadas a partir da implantação do novo plano, ou seja, colegas que não aderiram voluntariamente. Mesmo se não considerarmos este fato, é no mínimo um exagero falar que 30% de adesões consolidam o sucesso do novo plano e confirmam a aprovação dos funcionários.

Neste último boletim pessoal, o BB procura deixar claro que não está disposto a negociar o plano, o que não o impediria de prestar esclarecimentos sobre ele. Seguindo esta linha, demonstrando tremendo desrespeito por todos os funcionários, desmarcaram na véspera a reunião agendada com a Comissão de Empresa para o último dia 9, que trataria desta questão. Queremos dizer à diretoria do BB que, conforme demonstramos em nossas últimas mobilizações, estamos bastante esclarecidos a respeito do Plano e não concordamos com ele. Não queremos esclarecimentos! Queremos um novo plano, com jornada de 6 horas sem redução salarial.

As mobilizações protagonizadas pelos funcionários de São Paulo deram um exemplo ao país e forçaram a direção da Contraf/CUT e o Comando Nacional a se posicionarem. A Oposição acaba de protocolar na Contraf/CUT um abaixo-assinado com 1.140 assinaturas de funcionários de vários estados exigindo a convocação de uma rodada de assembleias que convoquem paralisações de 24 horas em todo o país.

Após toda a pressão do movimento e a direção do BB desmarcar a reunião do dia 9, a Contraf anunciou em seu site uma greve nacional de 24 horas para o dia 30/04. Fazemos um chamado a todos os colegas para a construção de uma grande greve no dia 30 em todos os locais de trabalho! Para isso, precisamos exigir que os sindicatos convoquem assembleias, que são os fóruns legítimos para votar e preparar essa greve.

Ao mesmo tempo, em SP, temos o desafio de protocolar as ações judiciais, conforme aprovado em assembleia que rejeitou a CCV. Precisamos da ajuda de todos os colegas, descrevendo as funções exercidas por cada um, para facilitar a formação dos grupos homogêneos. Para isso, estaremos disponibilizando nos próximos dias um roteiro de perguntas, que pedimos a todos que respondam e encaminhem aos delegados sindicais.

Vamos permanecer firmes na mobilização para forçar o BB a assumir a verdade: esse plano é um fracasso e, diante disso, a única solução é abrir negociações!

– 11/04/2013

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Mais lidas nesse mês:

Mais lidas do blog:

SEGUIDORES