QUEM SOMOS NÓS

Minha foto
Somos uma organização marxista revolucionária. Procuramos intervir nas lutas de classes com um programa anticapitalista, com o objetivo de criar o Partido Revolucionário dos Trabalhadores, a seção brasileira de uma nova Internacional Revolucionária. Só com um partido revolucionário, composto em sua maioria por mulheres e negros, é possível lutar pelo governo direto dos trabalhadores, como forma de abrir caminho até o socialismo.

segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

[FIST] Julgamento de Jair Baiano é adiado para dia 26 de dezembro!



O juiz carrasco da 14ª Vara do Rio adiou o julgamento de Jair Baiano para a quinta feira dia 26 de dezembro, sendo que foi negada a liberdade ao companheiro.
Infelizmente Jair passará o dia 25 de Dezembro longe de sua família, atras das grades, enquanto o Eike Batista, os empresários de ônibus, o governador Sergio Cabral, o Juiz  Marcello de Sá Batista, os PMs, estarão comendo perú, tender, porco, presenteando suas esposas e filhos. 
Enquanto Jair seguirá preso longe de sua família.
Esse é o natal dos ricos e de seus capachos e lacaios do Estado. Esse é o natal dos pobres.





Reproduzimos abaixo a nota da FIST sobre o julgamento de hoje, dia 16 de Dezembro:


"O  músico Jair Seixas Rodrigues- o Baiano – é o segundo a ser julgado no Rio, por sua participação nas manifestações populares que desde junho levaram milhares de cariocas às ruas, em protestos contra os governos Dilma, Cabral e Paes.


A audiência que deveria levar a julgamento o músico Jair Seixas Rodrigues  nesta segunda-feira, 16, foi suspensa. O juiz Marcello de Sá Batista, da 14ª Vara Criminal atendeu ao pedido da promotoria, pois uma das testemunhas de acusação faltou.

Jair Seixas Rodrigues está preso desde 15 de outubro, acusado de “formação de quadrilha e dano ao patrimônio” por sua participação nas  manifestações que levaram milhares de cariocas às ruas, inicialmente contra o aumento das passagens e péssimos serviços de ônibus. Os únicos presos são dois rapazes negros, o morador de rua Rafael Braga Vieira, já condenado há cinco anos em regime de reclusão, e Jair, militante da Frente Internacionalista dos Sem Teto (FIST) e da campanha “O Petróleo Tem que Ser Nosso”.
 Logo no início da audiência, os advogados de Jair, André de Paula e Marino D´ Icaray, pediram a imediata libertação do acusado, que  já está confinado em Bangu IX há mais de 60 dias, o que é contra a lei (artigo 400 do Código de Processo Penal/CPP). Mas o juiz  Marcello negou o pedido.
Além de ser mantido na prisão ilegalmente, os advogados também denunciaram que Jair foi submetido a bárbaras torturas. No dia 3 de novembro, o juiz de plantão João Batista Damasceno determinou que ele fosse a exame de corpo de delito, mas o juiz da 14ª Vara Criminal, que acompanha o caso, não remeteu esta ordem judicial para o Sistema Carcerário:
 -  Essas atitudes do magistrado Marcello de Sá Batista demonstram sua parcialidade e por isso argüimos a sua suspeição – afirma André de Paula.
 No entanto, o juiz não acatou a suspeição, dando continuidade à audiência. Mas, afirma o advogado André de Paula, “as duas testemunhas de acusação disseram em juízo que nunca viram Jair mascarado, logo, não poderia ser chamado de Black Bloc. Também não o viram arremessando objetos ou queimando viaturas”.
 As testemunhas que vão depor em favor de Jair Baiano garantem que ele estava longe do local onde supostamente teria praticado os crimes de que foi acusado, o que incluiria atear fogo em viatura policial:
  “Não existe foto e nenhuma prova material, o que quer que seja contra Jair Baiano. Nós o consideramos um preso político e achamos que está pesando contra ele o fato de ser ativista do movimento pelo direito à moradia, em tempo de remoções, Copa do Mundo, Olimpíadas e muita especulação imobiliária. Também a sua participação aguerrida na luta contra os criminosos leilões do petróleo e gás. Querem intimidar o movimento social, utilizando o Jair Baiano, negro, pobre e integrante da FIST, como bode expiatório” – conclui André de Paula."



Mesmo assim, já está sendo marcado mais uma ato pela liberdade de Jair no dia 26.
Agora uma musica que expressa esse momento, em solidariedade ao companheiro Jair:

Papai Noel filho da puta
Rejeita os miseráveis
Eu quero matá-lo!
Aquele porco capitalista
Presenteia os ricos
E cospe nos pobres
Presenteia os ricos
E cospe nos pobres
Papai Noel filho da puta
Rejeita os miseráveis
Eu quero matá-lo!
Aquele porco capitalista
Presenteia os ricos
E cospe nos pobres
Presenteia os ricos
E cospe nos pobres
Pobres, pobres...
Mas nos vamos seqüestrá-lo
E vamos matá-lo!
Por que?
Aqui não existe natal!
Aqui não existe natal!
Aqui não existe natal!
Aqui não existe natal!
Por que?
Papai noel filho da puta
Rejeita os miseráveis
Eu quero matá-lo!
Aquele porco capitalista
Presenteia os ricos
E cospe nos pobres
Presenteia os ricos
E cospe nos pobres
*Garotos Podres*






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Mais lidas nesse mês:

Mais lidas do blog:

SEGUIDORES