QUEM SOMOS NÓS

Minha foto
Somos uma organização marxista revolucionária. Procuramos intervir nas lutas de classes com um programa anticapitalista, com o objetivo de criar o Partido Revolucionário dos Trabalhadores, a seção brasileira de uma nova Internacional Revolucionária. Só com um partido revolucionário, composto em sua maioria por mulheres e negros, é possível lutar pelo governo direto dos trabalhadores, como forma de abrir caminho até o socialismo.

quarta-feira, 13 de maio de 2015

MP 665 e a conta nas costas dos trabalhadores( Espaço Marxista)

quinta-feira, 7 de maio de 2015
MP 665 e a conta nas costas dos trabalhadores



O governo petista continua sua ofensiva contra os trabalhadores, em novo capítulo em torno da MP -medida provisória- nº 665, cujo texto final foi aprovado hoje na Câmara (aqui). Tal medida provisória, de iniciativa da Presidência, faz parte do "ajuste fiscal" pelo qual o governo federal pretende empurrar sobre os trabalhadores os prejuízos dos últimos anos. Como é dito aqui:


Como se vê, é uma "economia" que se pretende fazer às custas de direitos trabalhistas, dentro do melhor receituário neoliberal, aplicado exemplarmente pelo governo petista desde os tempos de Lula.

Sintomaticamente, evidenciando o grau altamente degenerado da pequena política vigente, a "esquerda" governista apóia essa traição de classe ("PCdoB e PT anunciam voto político a favor de medidas do ajuste", aqui), enquanto Ronaldo Caiado, do DEM, tem a desfaçatez de afirmar que a aprovação da MP foi uma "traição ao sentimento da população brasileira" ("Líder do DEM pede desculpas por ‘traição’ de deputados do partido", aqui), como se o arquirreacionário senador tivesse a menor preocupação para com os trabalhadores brasileiros. Não só não tem, como, na própria nota oficial emitida pelo mesmo, fica claro o que está por trás do festival de demagogia:

Se os parlamentares que se comprometeram com a oposição tivessem votado contra a MP do PT, teríamos encurtado esse governo e definido um novo rumos para o país. A votação de ontem é o sinal claro do fim do ciclo do PT.

Em outras palavras, a oposição de direita não dificulta as medidas anti-operárias do PT por preocupação com os operários. O que querem é desgastar o PT ao máximo, para que, como disse Caiado, o governo seja "encurtado" -seja via golpe branco, institucional, seja manu militari-, e então tais setores direitistas possam retomar as rédeas do Estado brasileiro e implementar as medidas que o PT tem implementado em uma medida e escala ainda muito maiores.

Diante do quadro, o blog Espaço Marxista e a Frente Comunista dos Trabalhadores conclamam os trabalhadores brasileiros a rejeitarem resolutamente qualquer "denúncia" hipócrita e demagógica do petismo feita por setores ainda piores que ele, bem como qualquer iniciativa golpista por parte de tais setores. Ao mesmo tempo, chamamos à resistência contra os ataques aos direitos trabalhistas, e entendemos que a reunificação da classe em uma mesma central sindical, combativa e de luta, é um dos elementos necessários nessa resistência.

http://espacomarxista.blogspot.com.br/2015/05/mp-665-e-conta-nas-costas-dos.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Mais lidas nesse mês:

Mais lidas do blog:

SEGUIDORES