QUEM SOMOS NÓS

Minha foto
Somos uma organização marxista revolucionária. Procuramos intervir nas lutas de classes com um programa anticapitalista, com o objetivo de criar o Partido Revolucionário dos Trabalhadores, a seção brasileira de uma nova Internacional Revolucionária. Só com um partido revolucionário, composto em sua maioria por mulheres e negros, é possível lutar pelo governo direto dos trabalhadores, como forma de abrir caminho até o socialismo.

segunda-feira, 4 de maio de 2015

Panfleto da FIST para o primeiro de maio

domingo, 3 de maio de 2015

VIVA AS LUTAS DOS TRABALHADORES!

FIM DAS REMOÇÕES E DESPEJOS!

FIM DOS LEILÕES DO PETRÓLEO E GÁS!

PETROBRÁS 100% ESTATAL E SOB CONTROLE
DOS TRABALHADORES!

LIBERDADE E FIM DOS PROCESSOS CONTRA OS
PRESOS POLITICOS!

FIM DA CRIMINALIZAÇÃO DOS MOVIMENTOS
SOCIAIS!


O primeiro de maio não é um feriado qualquer. É o dia que lembra todos os sacrifícios que nós trabalhadores fizemos para conquistar os direitos que temos hoje em dia. A data de primeiro de maio foi escolhida para lembrar os trabalhadores que morreram lutando pela jornada de oito horas de trabalho. Na época, as pessoas trabalhavam de 10 a 12 horas por dia.
Foi com greves, passeatas e ocupações que conseguimos. Um exemplo foram os garis, que só passaram a ter um pouco do respeito que merecem por causa das greves fortes e com participação de toda a categoria.
Infelizmente, hoje, no Brasil, os governos municipais, estaduais e federal não estão a favor do povo,estamos correndo o risco de perder o que já temos. Está em discussão no Senado o Projeto de Lei (PL) 4330 que, se for aprovado, vai liberar a terceirização em todas as áreas. Quem é terceirizado sabe, terceirização é ter o salário menor do que os trabalhadores da empresa principal, é levar calote e ser demitido por nada. E as mulheres e negros, que são os mais pobres entre os pobres,é que são a maioria dos trabalhadores terceirizados.
Nos serviços públicos, o Supremo Tribunal Federal julgou mês passado a ADIN 1923 (Ação Direta de Inconstitucionalidade), sobre as Organizações Sociais (OS). Essa ação libera a terceirização na saúde, educação e outros serviços. Em vez de o atendimento e gestão serem feitos pelo Estado, serão feitos por ONGs e empresas que,muitas vezes, só servem pra lavar dinheiro.
A verdade é que o governo prometeu melhorar as condições de vida dos trabalhadores, mas não o fez. Pra fazer, teria que mexer com as grandes empresas, que realmente dominam o país. E a oposição faz atos contra o governo, mas o que ela quer mesmo é voltar à época em que eles eram governo, quando Fernando Henrique era presidente. Foi o período em que venderam as empresas estatais a preço de banana e o desemprego era ainda maior que hoje.
A solução não está com eles, e sim na luta dos trabalhadores! Nesse Dia do Trabalhador, nós da Frente Internacionalista dos Sem-Teto (FIST) convidamos você a se unir aos movimentos sindicais e populares, que estão lutando contra as remoções e despejos que atingiram 35 mil famílias no Rio e 250 mil no Brasil, e com as olimpíadas a coisa tende a piorar - serão mais turistas,mais delegações,e com isso aumentará a sanha da especulação imobiliária para as remoções. Até agora, em 4 anos,conseguimos evitar o despejo das ocupações da FIST, mas somos casos isolados.
Pelo fim das terceirizações e das OS e pela construção do Poder Popular e do socialismo para continuar a conquistar vitórias.

FRENTE INTERNACIONALISTA DOS SEM-TETOS – FIST

www.fistrj.blogspot.com
fist17@gmail.com

http://fistrj.blogspot.com.br/2015/05/viva-as-lutas-dos-trabalhadores-fim-das.html?m=1


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Mais lidas nesse mês:

Mais lidas do blog:

SEGUIDORES