QUEM SOMOS NÓS

Minha foto
Somos uma organização marxista revolucionária. Procuramos intervir nas lutas de classes com um programa anticapitalista, com o objetivo de criar o Partido Revolucionário dos Trabalhadores, a seção brasileira de uma nova Internacional Revolucionária. Só com um partido revolucionário, composto em sua maioria por mulheres e negros, é possível lutar pelo governo direto dos trabalhadores, como forma de abrir caminho até o socialismo.

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

A AMEAÇA FASCISTA RONDA A GRÉCIA


Desde as ultimas eleições na Grécia, tem se intensificado a luta classes no país, e assim como os reformistas do SYRIZA e do KKE, os fascistas e do Aurora Dourada cresceram sua representação no parlamento e também o numero de militantes ativos.

E com as contradições na Grécia saltando de patamar, também aumenta o clima de guerra e divisão entre as diferentes classes que compõem a sociedade grega. Porém o fascismo esta cada vez mais se tornando a alternativa da burguesia grega mais conservadora, levando a cabo uma política anti-imigrante mais profunda que nos governos anteriores. Assim a inserção dos fascistas no seio da polícia grega e em instrumentos burocráticos do Estado já está acontecendo, representando uma verdadeira ameaça aos trabalhadores, principalmente os imigrantes.

Nesse momento se torna necessário uma frente anti-fascista entre os comunistas e socialistas e o movimento operário se fortalecer para deter a ascensão dos fascistas antes que seja tarde, e não repetir o erro do Stalinismo e a política ultra-esquerdista de não lutar em conjunto com os sociais-democratas, política que enfraqueceu a luta contra o fascismo na Alemanha e condicionou a vitória dos nazi-fascistas.

Acreditamos que para isso a pequena frente de grupamentos revolucionários Antarsya deve avançar e se colocar na vanguarda da construção de um partido revolucionário capaz de aglutinar os pequenos grupos e células dispersar num programa que avance além das eleições e demonstre que a saída para derrotar a troica UE, FMI e Banco Mundial, sair da crise e esmagar o fascismo será necessária uma política transitória para o socialismo que organize e convença aos trabalhadores da suas tarefas históricas.


Abaixo um vídeo do de guardian sobre o partido fascista grego:


Agora para comparar, esse documentário da NatGeo sobre a ascensão nazi-fascista:
Prestem atenção nos videos 1 e 2 e comparem com o o do guardian.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Mais lidas nesse mês:

Mais lidas do blog:

SEGUIDORES