QUEM SOMOS NÓS

Minha foto
Somos uma organização marxista revolucionária. Procuramos intervir nas lutas de classes com um programa anticapitalista, com o objetivo de criar o Partido Revolucionário dos Trabalhadores, a seção brasileira de uma nova Internacional Revolucionária. Só com um partido revolucionário, composto em sua maioria por mulheres e negros, é possível lutar pelo governo direto dos trabalhadores, como forma de abrir caminho até o socialismo.

sábado, 20 de outubro de 2012

Atos contra o aumento das passagens: duas plenárias marcadas!


Foto: http://odia.ig.com.br/portal/rio/passagem-de-%C3%B4nibus-vai-para-mais-de-r-3-05-em-janeiro-1.503851


Na quinta-feira passada, o prefeito eleito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PMDB), anunciou que vai aumentar a passagem de ônibus para R$ 3,05 - com a desculpa de que todos eles vão ter ar-condicionado. Como essa mesma desculpa já foi usada em outros aumentos, não vamos nem falar sobre isso. O que interessa é que os estudantes e as organizações de esquerda já estão se preparando para dar uma resposta a mais essa medida da prefeitura para favorecer a máfia dos transportes.

Existem duas plenárias marcadas para organizar atos.

A primeira, domingo 21/10, às 14h, na Praça XV, convocada pelo MEPR e pelos anarquistas e independentes:

https://www.facebook.com/events/120616521424833/


A outra, na terça-feira, 18h, na UERJ, convocada pelo PSTU, PSOL e PCB:

https://www.facebook.com/events/414281188637593/


Nós, do Coletivo Lênin, estaremos nas duas plenárias, defendendo a unificação entre elas, para formar atos com a participação de todos os setores. 

Foi a divisão que aconteceu em janeiro, durante as lutas contra o aumento (que foi provocada pelos partidos da frente de esquerda, com o argumento de que os anarquistas e o MEPR estavam querendo fazer atos "violentos" - sendo que, nos dois meses que duraram os atos, eles não fizeram nada disso) que impediu que o movimento se organizasse nas escolas no começo das aulas. Isso levou ao fim dos atos, e permitiu que o governo esteja preparando o segundo aumento do ano.

Temos que evitar a divisão, e lutar pela aliança entre o movimento estudantil e o movimento sindical e popular, combinando a luta contra o aumento com a defesa de um sistema de transporte público, gratuito (financiado por impostos sobre as grandes empresas), ecológico e controlado pela população!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Mais lidas nesse mês:

Mais lidas do blog:

SEGUIDORES