QUEM SOMOS NÓS

Minha foto
Somos uma organização marxista revolucionária. Procuramos intervir nas lutas de classes com um programa anticapitalista, com o objetivo de criar o Partido Revolucionário dos Trabalhadores, a seção brasileira de uma nova Internacional Revolucionária. Só com um partido revolucionário, composto em sua maioria por mulheres e negros, é possível lutar pelo governo direto dos trabalhadores, como forma de abrir caminho até o socialismo.

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Juventude em Luta contra o aumento da passagem!


Acabou as eleições. Todas as promessas que já estamos cansados de escutar foram repetidas. Uma delas foi a melhoria dos transportes da cidade do Rio. O prefeito Eduardo Paes diz que o bilhete único é a oitava maravilha do mundo, diz que o transporte só tem melhorado. Mas não podemos nos enganar. É só garantir mais 4 anos de maracutaias, amizades com milícias, viagens milionárias, que as palavras começam a mudar. Após dizer que o IPTU vai aumentar em 2013, esse bandido quer enfiar goela a baixo mais um aumento das passagens de ônibus. Dessa vez a facada vai ser de 30 centavos em cada passagem!

O Estado nunca esteve nem aí pros interesses dos trabalhadores, como muito foi dito nessa farsa eleitoreira. Todo o discurso sobre os megaeventos e os investimentos milionários que estão chegando no Rio só servem pra enriquecer cada vez mais uma minoria e limitar o mínimo de direitos que o povo ainda tem. Exemplos claros disso são as obras faraônicas que estão acontecendo, onde não falta corrupção, desvio de verbas para os bolsos dos empresários; remoções em toda a cidade de sem tetos, para aumentar a especulação imobiliária, empregos temporários nessas obras, com grande redução de direito dos trabalhadores, aumento da repressão policial, etc. Enquanto isso nos transportes, as passagens só sobem. Nesse ano ainda, houve um aumento de 10%, o metrô é o mais caro da América Latina e a qualidade continua a mesma merda.

A desculpa da vez é que todos os ônibus terão ar condicionado. Uma grande palhaçada, já dita antes para tentar justificar o aumento dos lucros dos empresários. Com o passe livre estudantil, é sempre a mesma conversa fiada. Antes, para o estudante ter direito ao passe livre, bastava estar uniformizado. Com a desculpa para diminuir a fraude, foram feitas restrições atrás de restrições, a ponto de chegar na coleira eletrônica, que temos hoje nas escolas municipais, onde o estudante só tem direito ao passe livre, se não faltar nenhum dia.

Se tudo isso foi feito e a fraude diminuiu, porque a passagem só aumenta? Em 2004, a passagem era R$0,60. E agora está R$2,75. 460% de aumento. Com uma inflação média de 6% ao ano, o que aconteceu com todo o dinheiro extra? Foi pro bolso dos empresários de transporte, que financiam as campanhas criminosas eleitorais desse Governo.

Mas os trabalhadores e estudantes não estão de bobeira. Pra cada porrada que esse governo corrupto dá, a população sente a necessidade de lutar contra essa política dos empresários e banqueiros. Por isso já estão sendo construídas plenárias com o intuito de organizar atos de rua e mobilização para barrar esse novo aumento.

Temos que aprender com os movimentos vitoriosos que aconteceram nos últimos anos por todo o Brasil, como em Florianópolis, Vitória e outras cidade, que conseguiram barrar os aumentos. Temos que ter em mente que a única maneira de conseguirmos qualquer conquista é derrotar esse governo que só governa pros ricos. Então temos que mobilizar a população em todo o Rio o máximo possível e saber que esse governo não vai ceder às reivindicações de mãos beijadas. Precisamos estar dispostos a ir nas ruas, usar de todos os nosso instrumentos de luta, e estar preparados inclusive para enfrentamos contra a polícia.

Temos que ficar atentos e nos empenhar para construir essa luta justa dos trabalhadores e estudantes, defendendo:

- Unificação de todos os movimentos contra o aumento da passagem.
- aliança sindical-estudantil-popular: União entre os estudantes secundaristas e universitários, trabalhadores e sem tetos.
- Taxação dos lucros das empresas para reduzir gradativamente o preço das passagens, ao invés dos 6% pagos pelos trabalhadores.
-Passe livre estudantil irrestrito.
- Por um sistema de transporte integrado e de qualidade, público, com salários dignos para os funcionários , que use energia limpa e esteja sob o controle da população.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Mais lidas nesse mês:

Mais lidas do blog:

SEGUIDORES