QUEM SOMOS NÓS

Minha foto
Somos uma organização marxista revolucionária. Procuramos intervir nas lutas de classes com um programa anticapitalista, com o objetivo de criar o Partido Revolucionário dos Trabalhadores, a seção brasileira de uma nova Internacional Revolucionária. Só com um partido revolucionário, composto em sua maioria por mulheres e negros, é possível lutar pelo governo direto dos trabalhadores, como forma de abrir caminho até o socialismo.

terça-feira, 21 de abril de 2009

Governo privatiza petróleo e aprofunda degradação ambiental. (dezembro/2007)

Na terça feira, 27 de novembro, cerca de 300 pessoas ocuparam a sede da Agência Nacional do Petróleo no Centro do Rio de Janeiro.

Foram leiloados 271 blocos em 14 setores, totalizando 73.078,70 km² de áreas potencialmente ricas em petróleo e gás. A realização desses leilões pelo governo Lula significa a entrega de parcela considerável da riqueza do solo para o interesse privado do capital.

Nos tempos atuais, o capitalismo está dando indícios de chegada da barbárie. O aumento do trabalho escravo em todo o mundo e o esgotamento da capacidade do planeta são apenas uma pequena amostra dessa decadência. Nesse contexto, mais do que nunca, é necessário que a e exploração das fontes de energia esteja nas mãos dos trabalhadores. Somente estes poderão administrá-las livre da ideologia do lucro a qualquer custo. Essa é a única forma de deter o aquecimento global.

Entretanto, o governo Lula, na contramão da realidade, entrega a exploração do petróleo a multinacionais que continuarão militando contra o desenvolvimento de outras formas de energia. Isso porque precisam defender seu lucro construído sobre o uso do petróleo.

É responsabilidade da CUT, UNE, MST, Marcha Mundial das Mulheres, CMP e demais movimentos populares e de trabalhadores dar continuidade a essa luta do dia 27.

Nós do CCI estaremos em todas essas lutas, defendendo esses movimentos dos ataques da direita e dos sectários. Porém, não podemos deixar de dizer que o movimento precisa superar sua direção para que não se repitam cenas como a do ato do dia 27. Naquela ocasião, os pelegos do PT tentavam a todo momento desviar o foco das intervenções para que elas não atacassem o governo. Isso porque o governo Lula, além de trabalhar para a burguesia, compra dirigentes do movimento. Essa compra se dá através de cargos e privilégios na estrutura do Estado e também através de grandes quantias de dinheiro público liberado para as ONGS.

Contra todo governo de colaboração com a burguesia e contra todo e qualquer pelego que mame nas tetas desse governo, afirmamos que a defesa do petróleo e do meio ambiente só é possível através de um governo direto dos trabalhadores nascido da Revolução. Somente um governo assim poderá se confrontar com a burguesia e avançar para o socialismo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Mais lidas nesse mês:

Mais lidas do blog:

SEGUIDORES